Uruguai ☼ Costumes locais

Vim compartilhar com vocês um pouco sobre o que vivenciamos em Punta del Diablo e Montevidéu. Quando nos encontramos com outra cultura a tendência é analisar ela a partir da nossa. O desafio é experenciar essa outra cultura pelo o ela que é, sem o juízo de valor de melhor ou pior, simplesmente diferente.

  1. Tomadas: por alguns milímetros elas não são como as nossas do Brasil. A tomada uruguaia são 3 buracos totalmente alinhados enquanto a nossa o buraco do meio tem uma leve inclinação. Então os equipamentos que só tem dois pinos funcionam normalmente, mas os de 3 pinos precisam de adaptador. Putz, quase…

 

Image result for tomadas uruguai tomadas brasil
Tomada Uruguaia
Image result for tomadas brasil
Tomada Brasileira

 

2. Comidas e bebidas: nosso refrigerante nacional é feito do Guaraná e no Uruguai é feito de Pomello. Pomello ou pomelo, é uma fruta grande, do tamanho de uma pokan. Tem gosto parecido com o de uma laranja enquanto está na sua boca, mas quando você engoli senti uma ácidez como se fosse um limão. Eu comprei uma pra ver como era o gosto dela pura, mas não sei se as pessoas aqui costumam comer ela assim pura. Acho que ela ficaria muito boa como suco, adicionando açúcar. Também tem um gosto que ficaria interessante em uma torta ou sobremesa. Ela lembra um pouco um limão siciliano… mas só provando pra saber. Tem um sabor tão característico que agora vou reconhecer sempre que estiver presente em alguma comida ou bebida. Só uma dica, se for comer a fruta pura, remova bem toda a parte branca entre a casca e a fruta, pois é muito amarga.

 

pomello
Tamanho do pomello em relação à maça

 

 

 

Nos supermercados na capital pudemos ver bastante influência internacional. O estilo (arquitetura, design e tipos de produtos) lembra muito os supermercados americanos. Os preços são bem mais caros do que Floripa. Foi engraçado ver os brigadeiros brasileiros logo ao lado das doughnuts americanas, das guloseimas nacionais, como a torta milhojas (mil folhas). Essa torta vai muito bem com uma xícara de café. Ela é bem doce, mas muito gostosa (agradeço a indicação Tania!). Eu pensei, pelas fotos, que seria tipo uma torta de bolacha. Mas essas camadas no meio são bem crocantes. A torta é basicamente doce de leite com essas camadas. Recomendo!

 

 

Eu tenho percebido um gosto diferente em todos os produtos feitos de leite – queijos e doce de leite principalmente. Mais gostosos, mais encorpados e sabor mais intenso do que os produtos brasileiros. Não sei bem explicar, mas todos sabem que o leite brasileiro é super adulterado, já foram vários escandalos expostos. Então talvez a diferença seja basicamente usar leite de verdade (ou uma maior concentração pelo menos).

As pizzas são geralmente: massa + molho de tomate + queijo muzzarela. Mas com esse queijo maravilhoso que eles têm, fica muito boa. E também é muito tradicional a faina, uma massa feita de grão de bico, muito saborosa. Há pessoas que pedem uma porção de faina pura ou com queijo e comem ela separadamente. Há outras que preferem substituir a massa da pizza pela faina. E ainda há aqueles que pedem a faina para comer junto com a pizza, ou em cima dela (pizza con faina a caballo) ou numa porção a parte. Para aqueles que gostam de 1kg de coisas em cima da pizza não se preocupem! A maioria das pizzarias deixa você montar seu pedido personalizado. Porém, eles são muito mais sensatos que os brasileiros! Ao invés de ter no menu 60 sabores de pizza pra escolher, sendo que as vezes há uma variação mínima entre um sabor e outro (ex: uma tem milho e a outra não o-O), eles têm uma lista de todos os ingredientes disponíveis e você escolhe. Olha que coisa simples! Porque os restaurantes brasileiros não copiam essa ideia? 😉

Chivitos – Esse prato típico também pode ser carinhosamente chamado de Infarto Fulminante, pois com certeza ultrapassa sua dose diária de colesterol e gorduras. O menu traz como sanduíche, mas pra ser sanduíche, na minha opinião tem de ter pão.  Mas assim, em nenhum momento estou dizendo que não é bom, é uma delícia! Só que é bem pesado e gorduroso. Quando o meu pedido chegou eu tive um ataque de risos, pois 3 pessoas ficariam servidas com tanta comida. Os ingredientes geralmente são: batata frita, filé frito, dois ovos fritos, queijo e bacon. Nenhum dos restaurantes que fomos e vimos clientes pedindo chivito veio pão. Acompanha uma folha de alface e algumas rodelas de tomate.

Image result for chivito
Chivitos

Trânsito: É muito raro encontrar faixas de pedestre ou passarelas. Ou você atravessa junto à uma sinaleira quando ela está fechada para carros ou você precisa atravessar em meio ao fluxo de veículos. Até existe junto à algumas sinaleiras um botão para o pedestre apertar quando quer atravessar e uma linha branca que não dá pra saber se é para demarcar a passagem de pedestres ou o cruzamento para que os automóveis não tranquem a passagem de outros automóveis, mas fora esses raros locais o pedestre precisa se virar para atravessar. O trânsito é visivelmente pensado para os veículos motorizados. Mesmo nas áreas de grande circulação de pedestres. Então a dica é apenas ter bastante cuidado.

No Brasil, mesmo sem haver placas é possível identificar se uma rua é uma via em mão única ou sentido duplo pela pintura do asfalto. Se a linha que separa as pistas é um traçado da cor branca, não importa se contínuo ou pontilhado, é uma via de mão única. E se o traçado que divide as pistas for da cor amarela é uma via de sentido duplo. No Uruguai (e também na Argentina), isso não acontece, ambos os casos o traçado é branco. Só é usado o amarelo para indicar a proibição de ultrapassagens. Mas eles indicam nas placas com o nome da rua a direção do trânsito (com flexas, como na foto abaixo), algo que ajuda muito o turista.

IMG_0694
Placa indicando o sentido da via (mão única ou dupla) – Uruguai

Chimarrão (mate) – bebida que é bem popular no sul do Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai. É um tipo de chá que é bebido de uma forma peculiar, com uma cuia e bomba.

Image result for cuia e bomba
Cuia e Bomba

 

 

Apesar de ser uma bebida quente e estimulante (inibe o sono), é tomada pelos uruguaios a qualquer hora do dia e qualquer temperatura. Nos mercados há uma grande variedade de ervas. Algumas produzidas no Brasil e outras no Uruguai. Muitas delas  vêm com um composto de outras ervas, além do mate. É possível perceber que por aqui beber mate é algo associado a benefícios para saúde. As embalagens anunciam: para hepáticos, diabéticos, nervosos, para afinar a silhueta… entre outros benefícios.

IMG_0689
Variedade de opções de erva mate em um mercado Uruguaio

Banheiros: o papel higiênico DEVE ser jogado dentro do vaso sanitário, a não ser que tenha uma placa indicando o contrário ou claramente um lixeiro onde outras pessoas estão jogando os papéis. Jogue apenas o papel, outros objetos como o absorvente ainda deve ser jogado no lixo.

Se quiser saber um pouco mais sobre as festas: há um texto específico sobre Natal e Réveillon e outro sobre o carnaval.

Punta del Diablo

O nome do balneário, segundo os residentes, se dá pela formação geológica junto ao mar que parece um tritão. É um balneário bem hippie, quem conhece a Lagoa da Conceição em Floripa pode usar a região como referência. A área é uma zona de preservação ambiental onde não é permitido a construção civil (assim como na Lagoa da Conceição), mas já se consolidou como ponto turístico, tem muitos hotéis, lojas e restaurantes. Mas as construções são pequenas e o governo vigia para que novas construções não sejam feitas e para que as construções existentes não sejam expandidas. É possível perceber algumas ruínas (casas parcialmente destruídas e abandonadas), que segundo os residentes aconteceu na última vez que o governo veio com as  máquinas para destruir as construções ilegais e desocupar a área.

Mas com todo o comércio instalado, dúvido que a área algum dia deixe de ser habitada, assim como a Lagoa da Conceição. Gostamos da visita, bom almoço, lugar bom para relaxar. Foi interessante perceber que eles estão por dentro dos perrengues brasileiros com o grafitti #fueratemer nas paredes dessa casa abandonada. Valeu a pena a visita!

Aqui, um prato muito conhecido é o buñuelos de algas (bolinhos de algas fritos). Não perca a chance de provar pois eles não são fáceis de encontrar em outras praias.

 

 

Por enquanto é isso, no próximo texto vamos contar como foi experenciar o natal e o ano novo por aqui.

¡Hasta luego!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s