Foz do Iguaçu e Cataratas

As Cataratas do Iguaçu é considerada uma das 7 Maravilhas Naturais do Mundo.

As vezes, quando moramos próximo de uma atração dessa magnitude, não damos valor. Pessoas do mundo inteiro pagam uma fortuna para vir conhecê-las e nós, que podemos ir de carro, pagamos passagem para visitar outro país e ainda não conhecemos o que temos no quintal.

SÃO MAIS DE 250 CACHOEIRAS!!!

O nosso cérebro nem consegue processar ou dimensionar isso.

DCIM101GOPROGOPR3868.JPG

Ali na Cataratas ví um grupo de asiáticos chegarem e pude perceber sua emoção de estar vendo essa maravilha natural. Assim que avistaram as primeiras cachoeiras ví seus rostos se iluminarem com um sorriso. Alguns com olhos lacrimejando em silêncio, outros falavam alto e puxavam a câmera para bater fotos.

E como é bonito isso, se deixar ser tocado, apenas observar os sentimentos e pensamentos que te invadem. Estar ali por inteiro – ouvindo os sons, sentindo os aromas, observando seus detalhes…

Para quem vai para a região de Foz do Iguaçu, As Cataratas são a principal atração. Antes de encher a agenda de outros passeios secundários, eu fortemente recomendo ir ver também o lado Argentino das Cataratas. Cada lado complementa o outro de uma forma que, agora que visitei o lado Argentino, não consigo escolher um, sugiro os dois.

O Lado Brasileiro e o Lado Argentino

Do lado Brasileiro você vê a grandeza das Cataratas, pois a temos a visão de baixo,  então o observador consegue ter dimensão da altura das cachoeiras.

Do lado Argentino você caminha em cima das cachoeiras, muito próximo das quedas, você consegue ter a real noção do volume e força das águas. Aliás, é daqui que se consegue observar a Garganta do Diabo, que é uma experiência única e insubstituível! Conseguimos avistar mais animais da trilha do lado Argentino também: anta, veado, macaco, quatis e tucanos (pois é uma mata mais fechada).

A Cataratas tem o sexto maior volume de queda d’água do MUNDO! E quando você está à poucos metros da Garganta do Diabo, ver isso é simplesmente surreal e indescritível. Você fica hipnotizado com a dança da águas. 

IMG_2756

Dicas Gerais

  • Ao chegar nas Cataratas do lado Brasileiro, procure os totens para comprar ingresso. Percebemos que as estações de auto-atendimento (totens) estavam vazias enquanto havia uma fila de uns 20 min de espera na bilheteria. Dá para ver o lado Brasileiro e o Parque das Aves no mesmo dia (estão um do lado do outro, é só se planejar para não iniciar os passeios muito tarde);
  • O lado Brasileiro é possível fazer em menos tempo. Você é levado até o início da trilha por um ônibus elétrico (incluso no ingresso do parque) e o trajeto total são 1,5km de caminhada. Ao chegar no final NÃO VALE A PENA ficar na fila para subir pelo elevador. Suba pela escada que te levará ao mesmo local sem espera;
  • Do lado Argentino você caminhará bastante. Tenho um aplicativo de caminhada no celular e no final do dia ele mostrou que caminhemos 10km. Eles tem 3 rotas a serem exploradas: baixa, alta e Garganta do Diabo. Se quiser pular algum trecho para caminhar menos, eu tiraria o trecho por baixo. Para ver de perto a Garganta do Diabo você deve pegar o trenzinho e depois caminhar. O trem está INCLUSO no ingresso. É muito importante frisar isso pois eles fazem você ir até um quiosque retirar seu ingresso para pegar o trem e por isso muita gente pensa que é pago. O percurso de trem é 2,5km e vai por meio da floresta, não tem vista para as cachoeiras. Ví algumas pessoas caminhando ao lado dos trilhos, infelizmente acho que eles não perceberam que o trem era gratuito. Não vale a pena caminhar, é apenas andar por um barro vermelho avistando tudo o que você pode ver do trem. Mesmo pegando o trem, caminhei 10km, então, prepare-se – mas vale a pena!
  • Passeio de barco: quem quer fazer o passeio de barco eu recomendo fazer com a agência do lado Argentino pois o passeio deles inclui mais coisas do que a agência Brasileira. Indaguei nosso condutor Brasileiro e havia uma parte que os Argentinos podiam acessar e nós não. As Cataratas estão majoritariamente localizadas do lado Argentino;
  • Para cruzar a fronteira Argentina e visitar as Cataratas lá é bem simples. Se você for com seu carro é só comprar o seguro carta verde por um dia (tem locais para parar no caminho até a fronteira). Na fronteira não é necessário nem sair do seu carro para cruzar, não é necessário preencher nada e nem pagar. É como passar por um pedágio: você se aproxima da cabine do atendente com o carro, ele olha os documentos, pergunta quanto tempo vocês vão ficar no país e pronto. É tudo muito organizado e sem estresse. É mais barato do que pagar para ir com uma van a passeio, mas há essa opção também para quem quiser.

 

Coloque as Cataratas do Iguaçu em sua lista, pois vale muito a pena! É, com certeza, um dos melhores locais a se visitar no Brasil ❤

Outro local imperdível é o Marco das Três Fronteiras que tem apresentações artísticas gratuitas, boa estrutura e segurança!

20190314_203236
Marco Três Fronteiras, Foz do Iguaçu

E aí, já conhece? Tem alguma sugestão ou pergunta? Deixe nos comentários =)

Grande Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s